O amor sem fim!

Autora: Ana Carolina

Chegando do interior e não tendo onde ficar, um coelho chamado Fred, muito bonito e inteligente, sempre passava os dias a procura de trabalho. As noites procurava um lugar para ficar, mas quase sempre acabava dormindo na rua, onde passava muito frio e muita fome. A solidão e a tristeza dominavam seus sonhos.
Ao amanhecer de toda manhã, ele sempre saia para caminhar e viu uma coelha muito bonita. Acabou se apaixonando por ela, então foi falar com a linda coelhinha:
– Olá! Sou Fred. Qual é o seu nome?
– Olá, sou Carmem
– Que lindo seu nome, disse Fred
– Obrigada, falou Carmem
Os dois começaram a se aproximar dia após dia. Então Fred pediu a coelha em namoro! Ela aceitou rapidamente, pois tinha se interessado por ele também.
Carmem sempre muito vaidosa estava se arrumando para ver seu namorado. Fred estava esperando sua amada, para eles irem passear, mas não tinha contado ainda para sua namorada que morava na rua. Ficaram horas conversando, então Carmem disse:
– Fred, o que importa é o amor que a gente sente um pelo outro, as coisas irão melhorar e você vai encontrar um emprego e um lugar para ficar e se quiser pode ficar em minha casa.
– Agradeço! Mas vai te atrapalhar.
– Não! Pode ficar!
– Obrigado!
Ele ficou muito feliz com o que Carmem tinha lhe falado. Então foram passear, durante o passeio aconteceu o primeiro beijo!
Fred sentiu uma dor no peito, muito forte, mas achou que era bobeira.
Algum tempo depois, como estavam muito apaixonados, o casal resolveu marcar o dia do casamento.
Finalmente tinha chegado o grande dia! Carmem estava muito ansiosa e feliz com seu lindo vestido de noiva. Fred também muito contente e elegante com seu terno, não via a hora da cerimônia. Os convidados muito empolgados, aguardavam a chegada dos noivos.
Ao chegar a igreja, quando tudo parecia ter um final feliz, eis que uma forte dor no peito veio a tirar a vida de Fred. O coelho acabou morrendo de emoção, deixando sua noiva aos pés do altar.
Uma tristeza sem fim!
Com o tempo só restou lembranças e saudades de Fred. No coração de Carmem jamais outro amor.

Fim!

Ana Carolina escreveu bastante para deixar seu texto redondinho.

Vejamos como ela fez o planejamento da história:

carol planejamento

1ª versão (uma parte da história)

carol 1 versão

Quando Carol leu seu texto para sala, ele está um pouco confuso. Os colegas e professor várias dicas para melhorá-lo.

Dicas

carol dicas

2ª versão (uma parte da história):

carol 2 versão

Depois que recebeu as dicas, Carol organizou melhor o seu texto.

 

Vejamos como era a escrita de Ana Carolina no inicio do ano letivo:

carol escrita inicial

7 comentários sobre “O amor sem fim!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s